Videos

Retrato com rolhas de garrafas de vinho ou “Wine Cork Portrait”.

405 1

Retrato com rolhas? E porque não? Esse foi o meu mais recente desafio.!!

Como já muitos sabem eu AmoPintar” (se não sabem, agora ficam a saber). Já realizei retratos a óleo, em pastel seco, com café, rabiscas, colagem… e tantos outros médios que agora não me lembro.

Qualquer material representa um desafio para mim e uma nova oportunidade de continuar a aprender.
Então pensei nas rolhas de cortiça. Porque não realizar um retrato com um material tão português como a cortiça? Neste caso a rolha de cortiça.

Rolhas para fazer retrato com rolhas

Retrato com rolhas

Fazer um retrato com rolhas não é muito diferente de retratar com qualquer outro material.

O primeiro que devemos fazer é procurar a fotografia perfeita (em termos de composição) e transferi-la para o suporte. Neste caso o suporte é uma placa de madeira de 1,70×0,90m.



A partir dai, o processo se completa colocando cada rolha no sitio certo. Digo no sitio certo, porque temos rolhas de diferentes alturas grossuras e cores. Assim, cada uma delas deve estar colocada no sitio certo de acordo com o valor tonal do retrato.

Neste retrato me baseei na imagem de “António Aleixo”, poeta popular português natural do Algarve.

Ser artista é ser alguém!
Que bonito é ser artista…
Ver as coisas mais além
do que alcança a nossa vista!

António Aleixo

  • Utilizei 3293 rolhas de garrafas de vinho, se não me enganei a conta-las.
  • Investi mais de 97 horas de trabalho.

O próximo retrato que eu fizer, vou grava-lo para que sirva de testemunho de todo o processo de realização. Por enquanto fica aqui este mini vídeo que espero que gostem.

O vídeo do retrato com rolhas

 

A cortiça. Um material tão português.

Muitos leitores talvez não sabem de onde vem as rolhas. Então, chegou a hora de saber

A rolha (a típica rolha de garrafas de vinho) é feita de cortiça. A cortiça é um material extraído da casca do sobreiro, um tipo de carvalho da espécie Quercus Súber.

O sobreiro pode fornecer em torno de 12 extracções de cortiça durante o seu tempo de vida. Mas para poder fazer a primeira extracção de cortiça esta árvore deve ter uma idade entre 25 e 30 anos de crescimento.

A extracção da cortiça não é (em termos gerais) prejudicial à árvore, uma vez que esta volta a produzir uma nova camada de “casca” (súber) com idêntica espessura a cada 9 anos, período após o qual é submetida a novo descortiçamento.
Após essa primeira extracção, somente a cada 9 anos pode ser extraído de novo, cortiça daquele sobreiro.

A cortiça é um tecido vegetal impermeável e flexível ao mesmo tempo e pode ser comprimida até metade do seu volume sem perder a elasticidade.

Portugal é o maior fabricante de cortiça do mundo (51%), devido à quantidade de sobreiros existentes no pais, sendo mais comum no Alentejo litoral e serras Algarvias.

Sobreiro a árvore da cortiça



Gostas deste artigo? Então partilha:
Recebe todas as actualizações no teu email...
Dicas e demonstrações para fazer de ti um melhor artista
E ainda, um Ebook "Termos Artísticos Ilustrado" ao subscrever
Magaly Gouveia
Magaly Gouveia

Magaly GouveiaAutora do Blog

Amopintar" foi criado com o intuito de ensinar a desenhar e pintar...e partilhar conhecimentos, dicas, dúvidas e emoções, com quem tambem Ama Pintar!

Website
Artigos recentes
error: Content is protected !!