Desenho

Luz e Sombra: Elementos básicos de tridimensionalidade.

5150 35

LUZ E SOMBRA, são os elementos básicos para produzir o efeito de Volume nos objectos, são a base da tridimensionalidade no desenho e na pintura.

Num desenho realizado em duas dimensões (no papel), a luz e a sombra são os elementos que definem e caracterizam o volume de dito objecto. Em outras palavras, são os elementos que transformam as linhas expressadas em duas dimensões num desenho com efeito tridimensional.

Como produzir o efeito de volume

O volume é em conjunto com a forma outro dos aspectos que diferenciam os objectos que nos rodeiam. A definição correcta do volume de um objecto se consegue através da valorização exacta das intensidades das suas sombras.

O efeito de volume que percebemos depende da incidência da luz. Sem luz, não é possível perceber o volume nem de um objecto, porém a sua forma.

O objectivo do desenho realista (baseado no claro-escuro) é mostrar os tons da luz, sombras e da superfície, criando uma ilusão tridimensional. Os contornos num desenho apenas definem bordas visíveis e não nos dizem nada sobre luz e escuridão.

O desenho linear e o desenho de claro-escuro (conhecido também por desenho tonal) são dois sistemas diferentes de representação. Misturar os dois tipos de desenho pode ser confuso e abrumador, mas necessário se o objectivo for realizar desenho realista.
Luz e sombra para produzir volume



Luz e sombra

luz-sombraNum objecto iluminado, podemos encontrar dois tipos de sombras; as próprias e as projectadas.

  • As sombras próprias são as que origina o objecto em si próprio
  • As sombras projectadas são aquelas que ele produz nas superfícies vizinhas.

Mas além destes dois tipos de sombra, existem também outros elementos tais como os reflexos, a meia sombra ou penumbra, luz reflectida, luz especular (highlight), etc

Reflexos.

Além desses dois evidentes tipos de sombras, também existem os reflexos produzidos pela luz que é projectada a partir das superfícies ou objectos vizinhos. Estes reflexos aclaram a sombra própria.

Meia sombra.

Entre a luz e a sombra há uma zona de transição que poderíamos chamar de “meia sombra”. A extensão desta meia-sombra pode variar em dimensão dependendo da intensidade da luz.

No desenho a seguir é mais fácil distinguir todos estes tipos de luz e sombra produzidos por um objecto quando é submetido a incidência da luz. Eles são mais notórios em objectos com superfícies curvas.

Exemplo prático

No exemplo da Figura A-1, distinguimos dois objectos com a mesma forma, tamanho e proporção, no entanto um representa um círculo e o outro, uma esfera.
luz-sombra-1
O círculo passou de ser um elemento bidimensional, a parecer um elemento tridimensional, com volume… Con o efeito de luz e sombra, passou de circulo a esfera.

A diferença entre os dois objectos é conseguida neste caso pelo efeito da luz e da sombra.

Assim, como este exemplo, proponho que estudem o que acontece quando aplicam sombras a um rectângulo ou a uma elipse. Verificarás que o rectângulo se transforma num cilindro e a elipse num “Ovo”.

No exemplo a seguir, será fácil perceber, como as luzes e as sombras, são os elementos de desenho que dão volume e realismo, e fazem a diferença entre um desenho plano realizado com simples linhas e um desenho artístico, com valor tonal, claro-escuro e com volume.

sombra1sombra2

 



Gostas deste artigo? Então partilha:
Recebe todas as actualizações no teu email...
Dicas e demonstrações para fazer de ti um melhor artista
E ainda, um Ebook "Termos Artísticos Ilustrado" ao subscrever
Magaly Gouveia
Magaly Gouveia

Magaly GouveiaAutora do Blog

Amopintar" foi criado com o intuito de ensinar a desenhar e pintar...e partilhar conhecimentos, dicas, dúvidas e emoções, com quem tambem Ama Pintar!

Website
Artigos recentes
error: Content is protected !!